sábado, julho 11, 2015

A Lágima

Meu coração é angústia, e lágrimas caem dos meus olhos;
Há muito tempo, largo tempo que a alegria me é estranha:
Esquecido e sem amigos suporto mil montanhas,
Sem uma voz doce a soar em meus ouvidos.
Amar você é o meu prazer e profundo dói o seu encanto;
Amar você é meu infortúnio, e esta pena tenho sofrido;
Mas o coração ferido agora sangra no peito
Se sente como um incansável fluxo que em breve será desfeito.
Oh, se eu fosse - se eu pudesse acariciar a felicidade
Abaixo no arroio jovem, no cansado castelo verde;
Para lá perambula entre melodias permanentes
Aquela lágrima que secou de seus olhos.
Robert Burns,in The Tear Drop